segunda-feira, 30 de maio de 2011

Morador de Rua

2 comentários:

  1. a gente até perguntaria se não houvesse o preconceito e o medo que temos sobre eles.
    Mas provavelmente ele iria ficar feliz, pois poderia receber mais doações das pessoas que crescem com o PIB. (seria a única reflexão que o cidadão faria), falta muita fé e vontade da parte deles em tentar melhorar na vida. Mas tbm há pouco (ou nenhum) apoio dos outros.

    abrass mala, do mula

    ResponderExcluir
  2. isso se ele souber oq é PIB...

    ResponderExcluir